Comissão aprova multa a propagandas sexistas e misóginas na PB

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou nesta terça-feira (7), um projeto de lei que penaliza a veiculação publicitária com conteúdo misógino sexista ou que estimule a violência contra a mulher em todos os meios de comunicação da Paraíba.

Segundo o autor do projeto, deputado Nabor Wanderley (PRB), a proibição de veiculação de propagandas com teor misógino envolve a sociedade na discussão do combate à agressão e violência sexual contra a mulher.

Durante a reunião, os membros da Comissão também aprovaram um projeto de lei que cria a Carteira de Identificação do Autista (CIA) para a pessoa diagnosticada com Transtorno do Espectro Austista (TEA) na Paraíba.

 

Imagem destacada: Reprodução Internet.

Foto: Divulgação/ALPB.

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...