Hospital Metropolitano começa a funcionar nesta segunda

Hospital vai iniciar com 135 leitos, sendo 26 leitos de observação, 61 de internação, 40 de UTI, 8 leitos de recuperação pós-anestésico e um centro cirúrgico.

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires foi inaugurado na quarta-feira (4), pelo Governo da Paraíba, mas só vai ser aberto ao público nesta segunda-feira (9). O Hospital Metropolitano promete ser referência de média e alta complexidade para cardiologia e neurologia (adulto e infantil) em todo o estado.

Segundo o governo, cerca de R$ 150 milhões foram investidos na unidade hospitalar. “A partir de segunda, o Hospital já pode começar a realizar cirurgias cardíacas pediátricas, e também estarão abertos os ambulatórios. Os atendimentos serão regulados pelos municípios. No mês de maio, abriremos a urgência para neurologia e, sucessivamente, todos os serviços serão abertos”, garantiu o governador Ricardo Coutinho (PSB).

Durante a coletiva, o governador falou que o Hospital Metropolitano terá um corpo técnico especializado e referenciado em todo o país e afirmou que a unidade de saúde vai fazer da Paraíba um polo nas áreas de cardiologia e neurologia no Nordeste e até no Brasil.

Para a secretária de Saúde, Cláudia Veras, este hospital será o principal equipamento de atendimento às doenças cardiovasculares e será o primeiro hospital 100% público. “As doenças do aparelho circulatório representam 30% das causas de óbito no estado e este equipamento vem justamente para atender esse perfil. Aqui tivemos uma quantidade significativa de recursos financeiros investidos e também uma equipe qualificada que trabalhou desde 2012 para que este hospital se concretizasse”, lembrou.

Estrutura

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires conta com 226 leitos, sendo 60 de UTI (adulto e pediátrico), além de serviço de diagnóstico por imagem, ambulatório, UTI e UTI Coronariana e Centro Cirúrgico. O Hospital possui heliponto com 40 metros quadrados e capacidade para receber todos os modelos de helicópteros comerciais. O hospital vai iniciar o atendimento à população com 135 leitos, sendo 26 leitos de observação, 61 de internação, 40 de UTI, 8 leitos de recuperação pós-anestésico e um centro cirúrgico com 5 salas destinadas a cardiologia e neurologia.

Serviços

Os serviços imediatamente disponíveis na unidade serão: Diagnóstico por imagem, funcionando 24 horas; Duas salas de radiologia convencional; Duas salas de angiografia; Duas salas de tomografia; Uma sala de ressonância magnética; Uma sala de ultrassom com Doppler e Ecodoppler Arterial; Dois eletrocardiógrafos; Dois ecocardiógrafos; Uma sala de ergometria, eletroencefalograma e eletroneuromiografia; Seis consultórios para ambulatórios  em cardiologia e neurologia (pediátrica e adulto) Internação; Unidade de Terapia Intensiva e Coronariana – 40 leitos, sendo 10 deles para pediatria e cinco Salas de Cirurgia.

 

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...