JP recebe Feira de serviços de enfrentamento à LGBTfobia

Feira ‘Todos Iguais: Todos com os mesmos Direitos’ marca o dia 17 de maio, data internacional de luta contra a LGBTfobia no mundo.

Tendas com os serviços do Centro Estadual de Referência de Direitos de LGBT e Enfrentamento à LGBTfobia, do ambulatório de saúde integral para travestis e transexuais e da delegacia especializada em repressão aos crimes homofóbicos vão funcionar, a partir das 8h desta quinta-feira (17), no Ponto Cem Réis, em João Pessoa, para atendimento e orientação a população LGBT e do público em geral.

A feira ‘Todos Iguais: Todos com os mesmos Direitos’ marca o dia 17 de maio, data internacional de luta contra a LGBTfobia no mundo. O evento é uma realização do Movimento LGBT de João Pessoa com apoio da Defensoria Pública do Estado, UFPB, Governo do Estado, por meio da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana e Secretaria de Estado de Segurança e Defesa Social (SESDS).

Funcionando desde 2011, o Espaço LGBT tem mais de 1.325 usuários e já prestou mais de 11.500 atendimentos. O ambulatório recebe mulheres transexuais, travestis e homens trans que estão no processo transexualizador com atendimento especializado de serviços na área de psicologia, psiquiatria, ginecologia, urologia e outros.

Segundo a secretária de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, o governo vai inaugurar este ano o Espaço LGBT de Campina Grande, que atenderá a população LGBT do interior do Estado, atendendo a uma antiga reivindicação do Movimento LGBT.

“A Paraíba vem alcançando destaque na implantação de políticas públicas para o público LGBT, que envolvem além dos serviços gratuitos, a implementação de legislações específicas que buscam combater a LGBTfobia, como a Lei 7.309/2003, atualizada pela Lei 10.909, de 2017, que proíbe a discriminação e preconceito em virtude de orientação sexual e identidade de gênero no Estado. Também foi implementada a Lei dos Cartazes, que obriga estabelecimentos públicos e privados a afixação de cartazes informando sobre a discriminação e multa”, afirma Gilberta Soares. O nome social também é adotado nos órgãos da administração pública direta e indireta.

Atividades no interior

Durante este mês de maio, a equipe da gerência de Direitos de LGBT da Secretaria da Mulher participa de ações contra a LGBTfobia nas cidades de Picuí, Salgado de São Félix, Belém e Sapé, com objetivo de fortalecer a rede de proteção e garantia de direitos das pessoas LGBT.

Seminário

O governo realizará o II Seminário “Vítimas LGBT no inquérito policial”, em parceria com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social e Semdh, no dia 25 de maio, no auditório da Central de Polícia, BR-230, Geisel, quando serão apresentados dados estatísticos oficiais sobre crimes letais contra a população LGBT no Estado, um trabalho pioneiro de levantamento de dados para resolução de casos de LGBTfobia no país.

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...