Mais de 600 pessoas deixaram de ser atendidas no 1º dia de greve no HU

De acordo com o coordenador de ambulatório, Leonardo Figueiredo Silva, estavam previstas 1,150 consultas nessa segunda-feira (13).

O primeiro dia de paralisação dos funcionários do Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, deixou mais de 600 pessoas sem atendimento. Ao todo, estavam programadas 1,150 mil consultas nessa segunda-feira (13), mas só 518 foram atendidas.

De acordo com o coordenador de ambulatório, Leonardo Figueiredo Silva, normalmente o hospital atende a uma média de mil pessoas por dia. Ele disse que os pacientes que não conseguiram atendimento só poderão remarcar a consulta após o fim da paralisação.

Apesar da paralisação, Leonardo afirmou que o ambulatório está aberto, mas não tem ainda como dimensionar como cada especialidade está sendo oferecida. “Ainda não temos como dizer se determinada especialidade parou totalmente ou não, por isso vamos precisar de uma nova agenda para a marcação dessas consultas”, comentou.

Ainda segundo Leonardo, na próxima segunda-feira (20) o Tribunal Superior do Trabalho (TST) deverá julgar as reivindicações da categoria.

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Recomendado
Recomendado
Líder do governo no Senado antecipa que Temer deve vagar 17 ministérios…