Ministro da Cultura denuncia rombo bilionário deixado por Dilma

Marcelo Calero, Ministro da Cultura, comprou briga com artistas e militantes ao abrir a boca para revelar o desfalque de R$ 1 bilhão nas contas da pasta, déficit herdado da ex-presidente, Dilma Rousseff.

Diplomata e advogado, Calero diz estar lutando para reduzir as dívidas, a começar por acabar com a ‘mamata petista’, cargos dados a pessoas que contribuíram nas campanhas de Dilma.

Militantes e artistas defensores do modo petista de governar, como o ator global José de Abreu, filiado de carteirinha do Partido dos Trabalhadores (PT), a quem chama o atual governo de “golpista”, é um dos críticos mais ferrenhos do atual Ministro, cuja tarefa no cargo seria “desaparelhar” o Ministério. Isso significa que a pasta trabalhará mais pelo seu objetivo, que é a cultura, do que pela política.

Antes, segundo Calero, havia um claro benefício para entidades que apoiavam o governo. A pasta agora quer ampliar seu poder e implementá-lo em conjunto com outros programas sociais. Uma das ideias, por exemplo, é fomentar bibliotecas em condomínios do ‘Minha Casa, Minha Vida’. Outra polêmica envolve a Lei Rouanet, a qual ele pede para que se pare de recriminar. Apesar disso, o Ministro garante que é preciso rediscutir essa legislação, pois ela seria bastante confusa, especialmente no campo de se “bitributar” alguns financiamentos.

A Rouanet entrou na mira de blogs políticos durante a campanha pelo impeachment. A Polícia Federal chegou a fazer uma operação contra irregularidades na lei, a ‘Boca Livre’. Descobriu-se que até um casamento foi bancado.

 

Imagem destacada: Reprodução / Neves Alvaro

Com informações de Blasting News

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Vlamir Duarte

Vlamir Duarte

Graduando em Rádio & TV, natural de Bananeiras, apaixonado por artes, fotografia e formas de instigar o pensamento. No Portal Livre iniciei minha experiência profissional como redator, tendo depois exercido o cargo de chefe de reportagem e colunista. Escrever sempre foi meu hobby, contestar a melhor maneira de aprender a lutar por uma imprensa livre e isenta.

Comentários

Loading Facebook Comments ...