qua. nov 14th, 2018

Ministro da Cultura visita Centro Histórico

O Hotel Globo, localizado no Centro Histórico de João Pessoa, recebeu, na tarde desta sexta-feira (13), a visita do ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão. Ele esteve na capital paraibana que conhecer de perto as políticas públicas na área da cultura que a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da sua Fundação Cultural (Funjope), está realizando para fomentar o setor.

Durante a visita, o ministro destacou os investimentos que a PMJP tem realizado junto a diversos parceiros para o crescimento da cultural local.

“Temos procurado atuar em parcerias com as prefeituras para gerar uma abordagem federativa, atuando juntos e pensando no bem comum. Estamos à disposição para fazer mais junto aos governos, sociedade civil e o setor cultural, pois juntos podemos impulsionar a cultura”, disse.

O ministro ainda destacou a importância do Centro Histórico de João Pessoa e do Hotel Globo para a cultura brasileira.

“É um imóvel belíssimo, que tem uma grande importância para a história de João Pessoa, sendo bem próximo ao local onde a cidade nasceu”.

O diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, apresentou para o ministro Sérgio Sá Leitão as diversas ações e projetos que vem sendo desenvolvidos pela PMJP, a exemplo do Festival de Música Clássica – que já faz parte do calendário cultural da cidade, o AnimaCentro, Sabadinho Bom, entre outros.

“Temos o exemplo do Festival de Música Clássica, que oferece aos pessoenses e turistas uma música de qualidade. A Prefeitura também tem investido no audiovisual através do edital Walfredo Rodrigues”, destacou.

Sereias da Penha

Na ocasião de sua visita a capital da Paraíba, o ministro Sérgio Sá Leitão recebeu uma peça de decoração confeccionada pelas artesãs do projeto ‘Sereias da Penha’, que são conhecidas mundialmente. A peça teve como matéria-prima a escama de peixe.

O Sereias da Penha é um projeto pioneiro em João Pessoa e o sucesso deve-se ao fortalecimento da parceria entre a PMJP, por meio do João Pessoa Artesã (JPA), com o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A iniciativa possibilitou a inclusão social e cultural de várias mulheres que moram na comunidade da Penha.

Cidade Criativa

Outro destaque do trabalho que a Prefeitura de João Pessoa vem realizando na área da cultura é o apoio à arte popular e ao artesanato. Isso levou João Pessoa a integrar a Rede Mundial de Cidades Criativas da Unesco (UCCN), sendo a única cidade do país na categoria Artesanato e Arte Popular.

Em todo o mundo, são apenas 180 cidades que integram a Rede Mundial de Cidades Criativas, em sete categorias: design, artes midiáticas, gastronomia, cinema, literatura, música e artesanato e arte popular. E são apenas oito cidades brasileiras na lista: Belém (Gastronomia), Paraty (Gastronomia), Florianópolis (Gastronomia), Curitiba (Design), Brasília (Design), Salvador (música), Santos (Cinema) e João Pessoa (Artesanato e Arte Popular).

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

 

Fonte: PB MAIS.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.