MPF na Paraíba denuncia maior traficante de animais silvestres por lavagem de dinheiro

Detido pela 15ª vez, o maior traficante de animais silvestres do Brasil, Valdivino Honório de Jesus, será denunciado por lavagem de dinheiro, segundo informou hoje (16) o Ministério Público Federal (MPF) em Patos, na Paraíba. A procuradoria estima que o paraibano tenha acumulado patrimônio de mais de R$ 1,3 milhão com comércio ilegal praticado desde 1996. Valdivino está detido preventivamente na Penitenciária Romero Nóbrega.

Além da acusação de lavagem de dinheiro, o MPF pede que ele perca seu cargo na Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado da Paraíba (Emepa). O órgão também acionou a Justiça Federal para reclamar o sequestro dos bens do denunciado, para que possam se converter em renda destinada ao Fundo Penitenciário Federal. O valor será acrescido de todos os débitos administrativos gerados pelo trâmite do processo, conduzido na 14ª Vara Federal.

De 1996 para cá, nas outras 14 vezes em que foi detido por crime de tráfico de animais, Honório de Jesus foi liberado mediante assinatura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), explicou o MPF. Ele descumpriu medidas cautelares determinadas pela Justiça em setembro de 2017, como o comparecimento em juízo uma vez por mês e o pagamento de uma multa de R$ 40 mil. Somadas todas as multas fixadas, a quantia devida pelo acusado já ultrapassa R$ 9 milhões.

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

 

Fonte: WSCOM.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...