Paraíba aguarda aprovação de LOA para criação de Universidade Federal do Sertão

Segundo o reitor da UFCG, Edilson Amorim, para poder ser criada, a UFSPB ficaria com os campi de Cajazeiras, Patos, Pombal e Sousa, pertencentes à UFCG.

A aprovação, pelo Congresso Nacional, do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA 2017) pode resultar na criação da Universidade Federal do Sertão da Paraíba (UFSPB). A nova instituição conta com a previsão orçamentária de R$ 300 milhões para ser criada, mas sua implementação gera debates na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Segundo o reitor da UFCG, Edilson Amorim, para poder ser criada, a UFSPB ficaria com os campi de Cajazeiras, Patos, Pombal e Sousa, pertencentes à UFCG. Porém, esses mesmos campi rejeitaram o desmembramento em 2009.

“Evidente que muita coisa mudou em termos de infraestrutura, recursos humanos, pós-graduação e de concepção ideológica, com as iniciativas da reitoria para expansão, consolidação e qualificação do ensino e da pesquisa na região”, disse Edilson Amorim, complementando que um novo debate com a comunidade acadêmica sobre a criação da UFSPB deve ser aberto caso o PLOA 2017 seja aprovado.

 

Foto destacada: Reprodução / Internet

Com informações do Portal Correio

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...