Petição por Nobel da Paz a Lula tem 113 mil assinaturas em 5 horas

Criado por Adolfo Pérez, vencedor do Nobel da Paz em 1980, abaixo-assinado pretende reunir 150 mil assinaturas; argentino defenderá candidatura de Lula ao comitê da premiação.

Em pouco mais de 5 horas, um abaixo-assinado em favor da candidatura do ex-presidente Lula ao Nobel da Paz lançado na internet alcançou 113 mil assinaturas. O objetivo é que 150 mil pessoas assinem a petição.

Lançada por Adolfo Pérez Esquival , ativista argentino agraciado com o Nobel da Paz em 1980 por sua atuação contra os ditadores que governaram seu país, o abaixo assinado será apresentado em setembro ao comitê que seleciona os candidatos ao prêmio.

“Quero apresentar ao comitê a candidatura ao Nobel da Paz de Luiz Inácio ‘Lula’ da Silva, ex-presidente da República do Brasil entre 2003 e 2010, que por meio de seu compromisso social, sindical e político, desenvolveu políticas públicas para superar a fome e a pobreza em seu país, um dos que apresenta a maior desigualdade estrutural em todo o mundo”, diz o texto assinado por Pérez.

O argentino prossegue defendendo que “o governo de Lula foi uma construção democrática participativa com meios não-violentos que elevou o nível de vida da população e deu esperanças aos setores mais necessitados”.

Apoio ao ex-presidente

Preso desde sábado (7) por determinação do juiz Sergio Moro, Lula está na sede da Polícia Federal em Curitiba. Nas redondezas do prédio, uma série de atos e manifestações em apoio ao ex-presidente têm acontecido. Gleisi Hoffmann, presidente do PT, destacou que haverá uma programação para cada dia no local.

“Hoje (10) são dez governadores confirmados, governadores do nordeste, de Minas Gerais. Eles vão fazer uma visita à superintendência da Polícia Federal e tentar visitar o presidente   Lula  . Tem muita gente querendo vir,  Pepe Mujica  quer visitar o presidente, personalidades internacionais. Estamos organizado isso com os advogados, também com a direção da Polícia Federal e o ministro da Defesa, Raul Jungmann”.

 “Esperamos que seja somente até quarta-feira [quando o STF analisará um recurso que pode beneficiar o petista], mas, se não, teremos atividade até o final da semana”, disse  Gleisi  .

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

Francisco Proner Ramos

 

 

Fonte: IG.

 

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...