qui. nov 15th, 2018

Professores da UEPB param atividades nesta quarta e fazem reivindicações

Categoria faz ato para cobrar do governo do Estado reposição salarial de 26,42% e respeito à autonomia da UEPB.

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) paralisam nesta quarta-feira (4) as atividades para cobrar do governo do Estado reposição salarial de 26,42% e respeito à autonomia da instituição. A Associação dos Docentes da UEPB (ADUEPB) realiza, a partir das 9 horas, um ato público na Praça João Pessoa, na Capital, para cobrar as reivindicações.

A paralisação e o ato público são resultados de uma mobilização dos professores que a ADUEPB vem realizando nas últimas semanas, nos oito campi da universidade. A atividade também terá a participação dos técnico-administrativos da instituição.

Os professores decidiram aderir à proposta de paralisação apresentada pela diretoria da ADUEPB após tentativas de abertura de diálogo com o governo do Estado.

Data Base

Na pauta de reivindicações da data-base, também entregue à Reitoria da universidade, está inclusa a defesa inalienável da educação pública superior; defesa da autonomia administrativa e financeira da UEPB em conformidade com a lei 7.643 de 04 de agosto de 2004; respeito ao orçamento da UEPB por parte do poder do governo estadual e investimento na infraestrutura da UEPB.

Técnicos

Além dos técnico-administrativos da UEPB, também participarão da paralisação e do ato público os técnico-administrativos de secretarias e órgãos da administração indireta do governo do Estado, que desde o dia 28 de março estão em greve por tempo indeterminado, também por reposição salarial.

 

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

UEPB (Foto: Reprodução/Google Street View)

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.