PT impõe condição para Couto figurar na majoritária ao lado de Azevêdo

Sinuca de bico- Petista condiciona Couto ao senado na chapa de Azevedo, mas sem participação de Vené: “Não temos obrigação de votar nele”.

O vereador de João Pessoa Marcos Henriques (PT) está pleiteando ao seu partido a oportunidade de voar mais alto, saindo da Câmara Municipal direto para a Câmara Federal, mas a missão vai além de conseguir votos. O motivo é que ele pode herdar a fidelidade dos eleitores do atual deputado federal da sigla, Luiz Couto (PT), mas para isso terá uma dificuldade em relação a condição de Couto deixar a disputa pela Câmara, indo para a disputa ao Senado Federal.

Atualmente a situação é de que Couto pediria espaço na chapa encabeçada pelo pré-candidato ao Governo João Azevedo para ser um dos nomes ao Senado, fora isso teria que sair de forma avulsa, já que fazer aliança com o MDB  de José Maranhão é fora de questão, por se tratar, segundo os petistas de um partido golpista.

No entanto, além de pedir esse espaço ainda há outro problema citado pelo vereador, o outro nome candidato ao Senado, que pode ser do DEM, ou até do PSB, mas que responde pelo nome de Veneziano Vital, que na época do impeachment votou contra a ex-presidente Dilma Roussef e virou odiado dos petistas.

O vereador explicou que tudo isso vai ser discutido ainda e não acredita que o apoio incodicional a Lula, que segue preso em Curitiba, vá atrapalhar o partido em relação aos prazos para tais negociações que já estão a pleno vapor na Paraíba.

“As tratativas e negociações estão acontecendo. Nossa presidente Gleisi Helena Hoffmann a senadora estado do Paraná deve estar vindo para ajudar nessa negociação e tudo indica que Couto será o nosso nome ao Senado. Ele indo, é claro que os votos ideológicos do deputado vão ser disputados, não apenas por mim, mas por todos os outros candidatos. Couto tem uma trajetória limpa e coerente e nós levaremos o projeto progressista encabeçado pelo ex-presidente Lula. No entanto, Couto não sairá avulso, ele só disputará uma vaga ao Senado se ele estiver numa chapa que tenha o mesmo compromisso. Se nós estamos com o PSB vamos pleitear essa formação. Sobre o outro nome ao Senado ser o de Veneziano nós ainda não temos essa confirmação e não tivemos um debate sobre isso, mas não votaremos nele, não temos essa obrigação, até porque ele votou contra a presidente Dilma. Mas é prematuro dar nossa opinião. E sobre Lula não temos plano B, ele será o nosso candidato mesmo estando na cadeia, não vamos desistir dele”, explicou o vereador.

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

 

Fonte: PB AGORA.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...