qua. nov 14th, 2018

Ricardo anuncia que não poderá dar posse a 500 PMs devido aos gastos com duodécimo do TJPB

Após decisão liminar do ministro Ricardo Lewandowski, que determinou o repasse integral do duodécimo ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), o governador Ricardo Coutinho anunciou, na tarde desta segunda-feira (21), medidas drásticas de contenção de custos do Estado para o pagamento do repasse ao Poder Judiciário.

Segundo Ricardo, o acréscimo no repasse chega a R$ 2 milhões por mês. Devido ao impacto nas contas, o governador anunciou que não poderá contratar 500 policias aprovados no concurso da Polícia Militar da Paraíba. Confira as outras medidas:

  • Cancelamento da licitação da adutora de Catolé do Rocha.
  • Suspensão da terceira etapa do sistema adutor Nova Camará, que liga Arara a Solânea e a região alta de Bananeiras
  • Cancelamento da abertura do Hospital de Cacimba de Dentro

Ricardo ainda afirmou que há a possibilidade de suspensão das cirurgias cardíacas em adultos do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires.

O governador comentou sobre o imbróglio entre o Governo e o TJPB. Ele ressaltou que a Paraíba já perdeu R$ 33 milhões pela ‘crise’ dos precatórios. Ele ainda apontou que os Poderes terão que reduzir os seus orçamentos.

“Hoje à tarde estou comunicando a todos os Poderes quanto é que cada um vai ter que reduzir de acordo com a emenda constitucional votada pelo Congresso Nacional. De acordo com a lei federal e estadual. Os valores estão expressos e o próprio judiciário vai ter que reduzir suas despesas, não vai poder ter R$ 16 milhões 534 mil reais.  Eu infelizmente estou fazendo esse anúncio hoje, apesar da luta no STF há de continuar, porque essa moda pega você pode fechar o Estado”, declarou.

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

 

Fonte: WSCOM

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.