Terremoto de 8,2 de magnitude no Alasca gera alerta de tsunami

Há cerca de 362 mil habitantes próximos às cidades atingidas pelo tremor de terra; ‘shutdown’ do governo norte-americano acabou atrasando a notícia.

Um terremoto de 8,2 graus de magnitude na escala Richter atingiu o Alasca, nos Estados Unidos, na manhã desta terça-feira (23), informou o Instituto Geológico do país. O incidente foi registrado perto das 7h30 no horário de Brasília.

De acordo com o United States Geological Survey (USGS), o terremoto no Alasca teve uma profundidade considerada rasa, com apenas 10 quilômetros, e ocorreu a 278 km de Kodiak.

O movimento gerou um alerta de tsunami para toda a costa, especialmente, para o Golfo do Alasca. De acordo com a USGS, as cidades mais próximas são Chiniak, Anchorage, Eagle River, Knik-Fairview e Juneau. Ao todo, há pouco mais de 362 mil habitantes nessas localidades.

De acordo com o Serviço Meteorológico Nacional da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos EUA, um alerta de tsunami também foi emitido para a província canadense da Colúmbia Britânica e para as ilhas Aleutas.

Apesar de não terem sido ainda observadas atividades de tsunami, especialistas advertem de que, nas próximas horas, podem ser registradas ondas destrutivas, correntes fortes, inundações e danos materiais nas zonas costeiras da região.

Shutdown

O Twitter segue sendo um dos principais companheiros para quem precisa de informações urgentes como a do tremor de terra. Por isso, contas como a Proyecciones Sísmica publicou posts sobre o incidente no Alasca.

 

Imagem destacada: Reprodução / Internet

Fonte: iG

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Gilson Alves

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Comentários

Loading Facebook Comments ...