qua. nov 14th, 2018

VAR rouba a cena na final entre Corinthians e Cruzeiro; Gaciba analisa lances

Atuação do árbitro de vídeo na decisão da Copa do Brasil divide opiniões; clube mineiro é campeão com vitória por 2 a 1.

A final da Copa do Brasil entre Corinthians e Cruzeiro, na noite desta quarta-feira, em Itaquera, foi marcada por dois lances envolvendo o VAR(árbitro de vídeo, na sigla em inglês): um pênalti de Thiago Neves em Ralf e um gol anulado de Pedrinho por falta de Jadson em Dedé na origem da jogada. O Cruzeiro acabou campeão: venceu por 2 a 1 e conquistou o hexa da Copa do Brasil.

O primeiro lance com VAR ocorreu aos 7 minutos do segundo tempo. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ), num primeiro momento, nada marcou. Mas, alertado pelo rádio, foi até a estação de vídeo e, ao ver o replay, entendeu que Thiago Neves fez pênalti em Ralf.

Para Leonardo Gaciba, comentarista de arbitragem da TV Globo, Wagner Magalhães errou.

– É uma jogada interpretativa. Pelas imagens que nós temos à disposição, eu não tomaria a mesma decisão que o árbitro tomou. Eu não marcaria a penalidade.

O segundo lance foi aos 24 minutos. Pedrinho, de fora da área, surpreendeu o goleiro Fábio e fez um golaço. Mas o árbitro, também alertado pelo rádio, reviu o lance e viu uma falta de Jadson em Dedé.

Para Leonardo Gaciba, desta vez, Wagner Magalhães acertou:

– Uma das funções é analisar a origem do lance, e Jadson leva a mão ao peito de Dedé. Nesse caso, ele acertou.

O Corinthians acabou levando depois o segundo gol, de Arrascaeta, em jogada sem necessidade do recurso de vídeo.

Imagem destacada: Reprodução Internet.

Fonte: GLOBO ESPORTE.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.