qua. nov 14th, 2018

Advogado diz que defesa segue tomando medidas para revogar prisão de Lula

Cristiano Zanin também admitiu que os advogados da defesa de Lula analisam a possibilidade de pedir a transferência do petista para São Paulo.

Cristiano Zanin, advogado da equipe de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informou neste domingo (8) que a defesa vai continuar a tomar medidas para que a prisão seja revogada, e admitiu que os advogados analisam a possibilidade de pedir a transferência do petista para São Paulo.

“Vamos analisar [eventual pedido de transferência]. Mas não posso adiantar as estratégias da defesa. O que entendemos é que não há motivo jurídico para ele estar preso e vamos tomar as providências para que a prisão seja revogada”, afirmou advogado da defesa de Lula.

Ainda segundo o advogado, o ex-presidente está indignado pela situação, mas está bem. Sem dar detalhes, Zanin disse apenas que conversou com Lula, mas que por ser um diálogo entre advogado e cliente, não poderia dar mais informações.

Zanin falou também sobre a possibilidade de o Supremo Tribunal Federal (STF) reverter a prisão. “Acredito em uma reversão no STF, porque isso não é compatível com a nossa legislação. Nem a condenação, tampouco a prisão para o cumprimento antecipado de pena”, disse.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, disse que o ex-presidente está tranquilo e bem. Ela disse que não esteve com ele, mas que conversou com Zanin. Segundo a senadora, o defensor informou que ele foi bem tratado e respeitado quando chegou ontem (7) à Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense.

“Conversei hoje com doutor Zanin. Ele disse que ontem correu tudo bem. O presidente chegou muito bem aqui. O presidente foi bem tratado, foi respeitado. Chegou cansado, obviamente, porque ele estava há dois dias dormindo pouco ou quase não dormindo. Disse também que o Lula foi colocado em instalações que são dignas e que ele estava bem. Tranquilo, mas cansado, disse a senadora.

Segundo Gleise, os advogados negociam com a Superintendência da  PF e com a Justiça a possibilidade de o ex-presidente receber visitas políticas. “Senadores e deputados têm representatividade pública e teriam direito de visitar Lula, que também é uma figura política. Então estamos vendo isso com a Polícia Federal, e os nossos advogados também estão vendo. Tem uma outra visita que é da Comissão de Direitos Humanos da Câmara e do Senado. Esta apenas vai marcar uma data para vir aqui e saber como o ex-presidente está passando. E tem ainda a visita dos familiares”.

Também de acordo com a senadora o PT vai realizar uma reunião da Executiva Nacional para definir os rumos do partido após a prisão de Lula . O encontro entre os líderes do partido acontecerá já nesta segunda-feira (9).

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL.

 

 

Fonte: IG. / AGÊNCIA BRASIL.

 

 

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.