Brasil Esportes Pan Americano 2019

Brasil conquista ouro na vela, no judô, hipismo e atletismo no Pan

O Brasil conquistou medalhas de ouro na vela, no judô, no hipismo e no atletismo ontem, sexta-feira (9) nos Jogos Pan-Americanos de Lima. A delegação brasileira ainda pode garantir mais vitórias, pois disputará todas as finais da natação.

Medalhas na vela

Nesta sexta, os atletas de vela do Brasil conquistaram várias medalhas. As principais vieram com Patrícia Freitas, na categoria RSX, e com Marco Grael e Gabriel Borges, na 49er.

Na RSX, Patrícia Freitas garantiu a conquista do ouro mesmo ficando na segunda posição na regata de hoje. Com a soma dos resultados ela acabou o evento na liderança da classificação geral e garantiu o tricampeonato.

Na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges venceram a medal race e confirmaram o ouro na prova. Eles tinham vencido 6 das 12 regatas disputadas até então neste Pan.

Outra conquista brasileira na vela foi a prata na Laser Standard. Bruno Fontes terminou a medal race em terceiro e garantiu a segunda posição na classificação geral.

A última medalha do dia na vela veio com Samuel Albrecht e Gabriela Nicolina, que conquistaram o bronze na Nacra 17.

Como algumas provas não puderam ser completadas por razões climáticas, o Brasil deve conquistar mais medalhas na vela amanhã (10).

Judô

No judô, o destaque foi a conquista da campeã olímpica Rafaela Silva na categoria até 57 kg. Para garantir o ouro Rafaela derrotou, por ippon na final, a dominicana Ana Rosa.

Daniel Cagnin obteve outra medalha no judô. Ele ficou com a prata na categoria até 66 kg após ser derrotado na decisão por Wander Mateo, da República Dominicana. A terceira medalha do dia foi o bronze de Jeferson Santos Júnior na categoria até 73 kg.

Hipismo

O Brasil garantiu mais uma medalha de ouro no hipismo nesta edição do Pan. A conquista veio com Marlon Zanotelli na prova individual de saltos. Uma medalha inédita.

Medalhas no atletismo

O Brasil teve um dia de conquistas no atletismo. A primeira foi protagonizada por Ederson Vilela na prova dos 10 mil metros. Ele completou a corrida com o tempo de 28min27s44, a melhor marca da carreira, para ficar com o ouro. O segundo colocado foi o norte-americano Reid Buchanan e o terceiro Lawi Lalang, também dos EUA.

Outro ouro veio na prova do revezamento 4×100 metros feminino. Com o tempo de 43s04, Andressa Fidelis, Vitória Rosa, Lorraine Martins e Rosangela Santos conseguiram terminar a prova em primeiro. Canadá ficou com a prata e Estados Unidos com o bronze.

Também no masculino o Brasil foi ouro no revezamento 4×100 metros. Rodrigo Nascimento, Jorge Henrique Vides, Derick Souza e Paulo André Oliveira superaram as equipes de Trinidad e Tobago (prata) e dos Estados Unidos (bronze).

Na prova dos 200 metros rasos Vitória Rosa garantiu a prata. A brasileira, que já havia conquistado um bronze nos 100 metros rasos, completou a prova de hoje em 22s62, ficando atrás da campeã olímpica Shelly-Ann Fraser-Price, da Jamaica, que conseguiu o tempo de 22s43.

Pratas no Ciclismo BMX e no remo

No ciclismo BMX o Brasil garantiu duas medalhas de prata. No masculino Anderson Ezequiel ficou atrás apenas do equatoriano Alfredo Campo, e no feminino Paola Reis perdeu apenas para a bicampeã olímpica Mariana Pajon, da Colômbia.

Outra prata do dia veio do remo. Xavier Vela Maggi e Pau Vela Maggi, que são irmãos e espanhóis de nascimento, completaram a prova da categoria dois sem em 6min34s38, ficando atrás do Chile.

Luta e pelota basca

O Brasil também conquistou medalhas na luta. Na categoria até 76 kg, Aline Silva foi superada na final pela canadense Justina Di Stasio e ficou com a prata.

A outra medalha veio com Laís Nunes na categoria até 62 kg. Ela derrotou a venezuelana Nathali Griman na disputa pelo terceiro lugar e ficou com o bronze.

Mas a medalha mais curiosa do dia veio em uma modalidade pouco conhecida no Brasil, a pelota basca. O francês naturalizado brasileiro Felipe Otheguy superou o boliviano Josias Bazo para garantir o bronze, a primeira medalha brasileira na modalidade.

Esgrima e karatê

Na esgrima (florete) o Brasil foi derrotado pela equipe dos Estados Unidos na final da disputa por equipes, com Guilherme Toldo, Heitor Shimbo e Henrique Marques, e ficou com a prata.

O Brasil também teve conquistas no Karatê. No kata, Caroleini Pereira, Sabrina Pereira e Izabel Cristine Cardo ficaram com o bronze no feminino. Já no masculino o terceiro lugar foi obtido por Guilherme Silva, Lucas Santos e Victor Mota.

Basquete e vôlei

Hoje também foi dia de triunfos importantes em modalidades coletivas. No basquete feminino, o Brasil derrotou a Colômbia por 62 a 48 e se classificou para a decisão da modalidade.

No vôlei feminino o Brasil derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/22 e 25/17, para se classificar para as semifinais.

Medalhas na natação

No final da noite de quinta, início de sexta, o Brasil teve uma ótima participação na natação, conquistando 7 medalhas (2 ouros, 2 pratas e 3 bronzes).

A primeira medalha de ouro veio com Marcelo Chierighini na prova dos 100 metros livres. Ele fez o tempo de 48s09 e ficou à frente do norte-americano Nathan Adrian, campeão olímpico da prova nos Jogos de 2012.

O segundo triunfo brasileiro veio na última prova disputada, o revezamento 4×100 metros medley misto. Incialmente Guilherme Guido, Larissa Oliveira, Giovanna Diamante e João Gomes Júnior terminaram na segunda posição atrás do quarteto dos EUA. Contudo, os norte-americanos acabaram desclassificados, e com isso o ouro foi para o Brasil.

Além disso, a equipe brasileira terminou com duas pratas (com Guilherme Guido nos 100 metros costas e Miguel Valente nos 800 metros livre) e três bronzes (Viviane Jungblut nos 800 metros livre, Etiene Medeiros nos 100 metros costas e Larissa Oliveira nos 100 metros livre).

A expectativa para a noite desta sexta-feira também é de medalhas, pois o Brasil se classificou para todas as finais do dia.

 

Fonte: Agência Brasil – Por Fábio Lisboa – Repórter da TV Brasil Rio de Janeiro.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Gilson Alves
Gilson Alves
Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.