Notícias

Campanha de Vacinação contra o Sarampo faz ‘Dia D’ neste sábado

Segunda fase da campanha é destinada a adultos jovens, com idade entre 20 e 29 anos, mas o município estenderá para adultos de até 49 anos.

As secretarias municipais de Saúde vão promover neste sábado (30) o ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo. A segunda fase da campanha teve início no dia 18 de novembro e é destinada a adultos jovens, com idade entre 20 e 29 anos, mas o município estenderá para adultos de até 49 anos.

João Pessoa

Na Capital, a abertura oficial da Campanha será na Praça das Acácias, no Parque da Lagoa. Cerca de mil profissionais de saúde da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) estarão mobilizados em mais de 100 postos de imunização.

A vacina tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola, está disponível em todas as Unidades de Saúde da Família (USF), Policlínicas Municipais e no Centro Municipal de Imunizações (Torre), de segunda a sexta-feira e faz parte do calendário de rotina.

Em 2019 foram administradas até o momento 47.982 doses da vacina tríplice viral. No público com a faixa etária de 20 a 29 anos foram administradas 8.242 doses. A cobertura em crianças de um ano de idade está em 96,86%, superando o recomendado pelo Ministério da Saúde, que é 95%.

“Estamos convocando toda a população que se encaixe no perfil desse chamamento para procurarem uma USF e, se necessário, tomar a vacina”, informou Fernando Virgolino, chefe da seção de imunização da PMJP.

Campina Grande

Em Campina, a Secretaria de Saúde vai promover a vacinação em mais de  40 Unidades Básicas de Saúde a partir das 8h, com término às 17h.

No Complexo Habitacional Aluízio Campos, a Secretaria também vai disponibilizar um ponto de vacinação, com todas as vacinas disponíveis no Calendário Nacional de Imunização, para os novos moradores do conjunto.

Para as crianças, as unidades continuam ofertando a vacinação. Bebês de seis a onze meses tomam a chamada dose zero. A dose um é aplicada em crianças de doze meses e a dose dois é administrada aos quinze meses de vida. Se a criança não tiver tomado essas doses nesses períodos, ela pode receber duas vacinas até os quatro anos de idade no  intervalo de trinta dias.

Veja abaixo a relação das unidades que vão oferecer a vacina:

Distrito I
UBS Plínio Lemos
UBS Wesley Targino
UBS Campos Sales
UBS Jardim América II
UBS Jardim Tavares
UBS Horacina Almeida
UBS Antônio Mesquita

Distrito II
UBS Raimundo Carneiro
UBS Nely Maia
UBS Eduardo Ramos

Distrito III
UBS Inácio Mayer
UBS Bonald Filho
UBS Jocel Fechine
UBS Rosa Mística
UBS Conceição
UBS Jardim Continental
UBS Jeremias
UBS Araxá
UBS Novo Araxá
UBS Monte Santo

Distrito IV
UBS Tambor II

Distrito V
UBS Benjamin Barbosa
UBS Velame
UBS Serra da Borborema
UBS Ronaldo Cunha Lima
UBS Anailda Carvalho

Distrito VI
UBS Malvinas III (Equipe 2)
UBS Cinza
UBS Catolé de Boa Vista

Distrito VII
UBS Sabiá Zona Urbana 2
UBS Bem-te-vi Zona Rural 2

Distrito VIII
UBS Galante II e III

Distrito IX
UBS Raiff Ramalho
UBS Argemiro Figueiredo
UBS Maria de Lourdes Leôncio
UBS Novo Horizonte
UBS Ressurreição

Distrito X
UBS Adriana Bezerra
UBS Malvinas IV
UBS Ricardo Amorim
UBS Ramadinha II
UBS Malvinas IV

Complexo Aluízio Campos

Dados

Segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde (MS), em 2019 foram notificados 53.761 casos suspeitos de sarampo. Destes, foram confirmados 11.896 (22,1%) casos, sendo 9.300 (79,0%) por critério laboratorial e 2.596 (21,0%) por critério clínico epidemiológico. Foram descartados 22.089 (41,1%) casos e permanecem em investigação 19.776 (36,8%).

Em João Pessoa houve casos de sarampo nos anos de 2010, 2013 e 2019. Em 2010 foram 50 casos confirmados e, em 2013, seis casos da doença. Já em 2019 foram notificados 97 casos suspeitos, com 18 confirmados, 55 descartados com amostras positivas no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba e Laboratório de referência nacional – FIOCRUZ).

Também devem tomar a vacina:

As crianças de seis meses a 11 meses devem tomar a chamada ‘dose zero’. Com 12 meses a criança irá tomar a tríplice viral e com 15 meses a tetra viral. Crianças menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), terão o cartão de vacinas atualizado e será ofertada a vacina conforme situação encontrada. Caso a pessoa comprove as duas doses, não é necessário tomar nenhuma a mais, já sendo considerada imunizada.

“Menores de 30 devem comprovar duas doses da vacina com componente do sarampo e, na faixa etária de 30 a 49 anos, a comprovação de uma dose. Se o usuário for profissional de saúde, independente da idade, deve ter duas doses da vacina”, ressaltou Fernando Virgolino.

Sarampo

Os sintomas iniciais de sarampo são febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza, congestão nasal e mal-estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca.

A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Gilson Alves
Gilson Alves
Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.