dom. maio 19th, 2019

Colégio se pronuncia sobre supostos casos de estupro

Imagem destacada: Reprodução internet.

Em nota divulgada, a direção da escola se mostra indignada com o episódio e afirma que confia no trabalho da Justiça.

O Colégio GEO Tambaú, instituição de ensino apontada como local em que teria ocorrido violência sexual contra crianças, supostamente praticada por ex-alunos e um ex-funcionário, divulgou, no início da noite desta terça-feira (12), uma nota oficial através da qual se pronuncia sobre as ocorrências investigadas.

Na nota, a direção da escola se mostra indignada com o episódio e explica que não pôde se manifestar publicamente antes em função das investigações ocorrerem em segredo de Justiça, o que, de acordo com o texto, impedia até o acesso às informações da investigação.

Após comentar detalhes do caso, a diretoria do GEO afirma que confia no trabalho da Justiça e espera “que ao final do processo todos os culpados sejam exemplarmente punidos”.

Confira abaixo a nota na íntegra:

Nota Colégio GEO Tambaú

A direção do Colégio GEO Tambaú desde o início deste episódio está indignada com os fatos que estão sendo investigados pelo Ministério Público da Paraíba

A escola não pôde se manifestar publicamente antes em função das investigações ocorrerem em segredo de Justiça, o que impedia até o acesso às informações da investigação.

Foi orientado pela escola que os pais do aluno procuraram o Ministério Público. Desde então, o caso está sendo investigado também pela polícia.

Os alunos e o ex-funcionário acusados não têm mais vínculos com a escola desde o ano passado. Apesar de se manter atento à comunidade escolar, o Colégio GEO reforçou ainda mais seus mecanismos de segurança e orientaçâo para que episódios dessa natureza nunca mais ocorram.

O sigilo da investigação nos impediu de tornar público o fato, mas permitiu que a polícia chegasse às conclusões, indiciamentos e encaminhamentos que agora são públicos. A direção confia no trabalho da Justiça e espera que ao final do processo todos os culpados sejam exemplarmente punidos.

Colégio GEO

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.

Comentários:

Loading Facebook Comments ...