Esportes Mundo

Del Nero se licencia da presidência da CBF e deputado assume

Deputado Marcus Vicente (PP-ES) substitui Marco Polo Del Nero como presidente da CBF
Deputado Marcus Vicente (PP-ES) substitui Marco Polo Del Nero como presidente da CBF

No mesmo dia em que o FBI anunciou seu indiciamento, Marco Polo Del Nero pediu licença do cargo de presidente da CBF. Durante esse período, o dirigente nomeou o deputado federal Marcus Antônio Vicente para assumir o cargo. O substituto é vice-presidente da região Centro-Oeste e ex-presidente da Federação Capixaba, cargo que atuou por 20 anos.

Marcus Vicente, de 61 anos, é um dos deputados da chamada “bancada da bola” no Congresso. Ele foi eleito nas últimas eleições com 45 mil votos. Em abril de 2014, se tornou vice-presidente da CBF, quando Marco Polo Del Nero venceu as eleições para presidente da entidade. Além dele, mais quatro vices foram escolhidos na ocasião: José Maria Marin, Fernando Sarney, Gustavo Dantas Feijó e Delfim Peixoto.

Em setembro, o deputado federal pelo PP-ES fez uma consulta à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados sobre a possibilidade de haver impedimento legal de assumir a presidência da CBF mesmo exercendo o cargo de parlamentar. Ele é um dos quatro vice-presidentes da confederação e está em seu quarto mandato como deputado federal.

Nesta quinta-feira (3), a procuradora-geral Loretta Lynch, do Departamento de Justiça de Nova York, dos Estados Unidos, anunciou o indiciamento de Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, por formação de quadrilha, com diferentes confederações, federações regionais, na Fifa e também em alguns laços com empresas de marketing para receber dinheiros indevidos. Além deles, mais 14 dirigentes foram indiciados.

Confira a nota oficial da CBF:

“A Confederação Brasileira de Futebol vem a público informar, face às notícias veiculadas nesta data, que o Presidente Marco Polo Del Nero apresentou pedido de licença do cargo com a finalidade de dedicar-se à sua defesa, em vista de ter seu nome mencionado em acusações relatadas pela Justiça norte-americana e pelo Comitê de Ética da FIFA.

Em nenhum dos procedimentos relatados foi conferida ciência ao Presidente do conteúdo das acusações, sendo certa sua absoluta convicção da comprovação de sua inocência, tão logo possa exercer os consagrados e constitucionais direitos ao contraditório e à ampla defesa.

Neste período de licença, o Presidente, em cumprimento às suas atribuições estatutárias, designa, interinamente, para o exercício da Presidência da CBF o Vice-Presidente Marcus Antônio Vicente”.

 

Informações com UOL Esportes

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Brenow Muniz
Brenow Muniz
Paraibano da cidade de João Pessoa, estudante de Radialismo pela UFPB. Começou no Portal Livre, onde se tornou chefe de redação e reportagem. Passou pela TV UFPB, onde exerceu as funções de roteirista de programação e editor de imagens, e na Rádio Sanhauá, onde atuou como produtor e repórter. Atualmente é repórter político no Jornal A Página.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.