Paraíba Política

Deputado defende que o TCM tem que ser debatido com a sociedade

O deputado estadual, Anísio Maia (PT), em entrevista ao ‘Jornal A Página’, defendeu que o debate sobre a criação do Tribunal de Contas do Município, que vem causando grandes discussões na Assembleia Legislativa da Paraíba, tem que ser debatido junto com a população.

“Eu acho que a forma que está sendo iniciada este debate é muito ruim, um debate sem explicitar suas reais intenções, acredito que esse assunto tem que ser debatido junto com a sociedade, e que fique claro qual é a pauta da população, e quais são as questões importantes que nós temos para a Paraíba. Acho que o TCM não é importante para o estado, temos coisas muito mais importantes para tratar como, a crise hídrica, o desemprego, a segurança pública, entre outros.” Afirmou ele.

Anísio ainda acrescentou que um órgão que quer fiscalizar não pode ter indicação política, porque os políticos tem laços e ligações partidárias, que não permitem eles agirem com liberdade, podendo ser influenciados por familiares ou correligionários, como acontece com Tribunal de Contas do Estado hoje. “Os auditores muitas vezes elaboram uma boa fiscalização e conclusão de um parecer sobre um prefeito, mas quando chega no colegiado dos conselheiros muitas vezes o trabalho dos auditores vão por água a baixo, por causa de influências políticas a ação não continua, por isso acho que um tribunal pra ser realmente isento não pode ter indicação política e sim tem que ser através de concurso público, e eu só defendo um tribunal se for nessa condição.” Finalizou.

 

Foto: Ilustrativa / Reprodução / Internet

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Brenow Muniz
Brenow Muniz
Paraibano da cidade de João Pessoa, estudante de Radialismo pela UFPB. Começou no Portal Livre, onde se tornou chefe de redação e reportagem. Passou pela TV UFPB, onde exerceu as funções de roteirista de programação e editor de imagens, e na Rádio Sanhauá, onde atuou como produtor e repórter. Atualmente é repórter político no Jornal A Página.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.