Notícias Paraíba

Empresas de ônibus não têm previsão para normalizar salários

Categoria paralisou as atividades na manhã desta segunda e já ameaça greve a partir desta terça (22).

O diretor institucional do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros (Sintur), Isaac Moreira Júnior, disse à TV Correio na tarde desta segunda-feira (21) que não há previsão para normalização de salários atrasados dos operadores de ônibus de João Pessoa. A categoria paralisou as atividades na manhã desta segunda e já ameaça greve a partir desta terça (22).

Isaac Moreira afirmou que o pagamento da folha é dividido em duas partes, sendo a primeira paga todo dia 20 de cada mês e a segunda, no dia 5 do mês seguinte. O pagamento referente a 20 de outubro, que deveria ter sido feito sexta-feira (19), não foi efetuado.

O diretor do Sintur-JP explicou que, de 2013 para 2019, o número de passagens pagas por mês em João Pessoa caiu de mais de 9 milhões para cerca de 5 milhões. Para ele, a queda impede que os custos operacionais do sistema sejam mantidos em plenitude pelas empresas.

Ele falou ainda que o sindicato segue tentando uma negociação com os motoristas para que eles voltem às atividades, mas não garantiu que os pagamentos atrasados sejam colocados em dia nesta segunda (21) ou nesta terça (22), conforme reivindicado pelos operadores.

Paralisação dos ônibus

Operadores de ônibus de João Pessoa pararam as atividades e bloquearam as imediações da Lagoa do Parque Solon de Lucena, na manhã desta segunda-feira (21), no Centro da Capital. Segundo o presidente do Sindicato dos Motoristas da Paraíba, Antônio de Pádua, o motivo da manifestação é o atraso de pagamento de salários por parte das empresas de ônibus. O protesto começou por volta das 9h e não há previsão de horário para término.

Além do atraso no pagamento de salários, a classe reclama da concorrência com transportes clandestinos, mototáxis e transportes por aplicativos. O sindicato fala também em falta de fiscalização pelos órgãos públicos.

Sistema de ônibus de João Pessoa

Segundo consta no site da Semob-JP, o sistema de ônibus de João Pessoa tem 99 linhas convencionais, 559 ônibus que operam por meio de seis empresas divididas em dois consórcios. Por mês, o serviço transporta mais de 5,6 milhões de passageiros a uma tarifa que tem dois valores, sendo R$ 3,95 para pagamento em dinheiro e R$ 3,80 para bilhetagem eletrônica (cartão Passe Legal). A Semob não soube informar quantos são os usuários de ônibus em João Pessoa.

Trânsito

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) informou que há agentes em pontos estratégicos para circulação de veículos durante a paralisação. O objetivo é orientar motoristas sobre desvios.

• No cruzamento da Av. General Osório com a Av. Guedes Pereira
• Na Rua Marechal Almeida Barreto com a Rua Rodrigues de Carvalho
• Equipe desviando o fluxo no cruzamento da Av. Barão do Triunfo x Av. B. Rohan

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Gilson Alves
Gilson Alves
Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.