Homem se passa por enfermeiro e é detido ao tentar entrar no Hospital de Trauma

Homem se passa por enfermeiro e é detido ao tentar entrar no Hospital de Trauma

Um homem foi detido nessa terça-feira (31) após fingir ser enfermeiro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e tentar entrar no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

O homem estava uniformizado, mas funcionários do hospital desconfiaram da atitude dele e questionaram a qual base ele servia. O homem falou que era da cidade de Cabedelo; ainda assim, os funcionários não se convenceram de que ele realmente trabalhava no Samu.

Uma foto do suspeito foi enviada para um grupo no WhatsApp com membros do Samu e os funcionários do Trauma perguntaram se alguém o conhecia. As pessoas então informaram que o homem havia trabalhado como porteiro e maqueiro, mas nunca como profissional de Enfermagem.

Os funcionários do Trauma acionaram o posto da Polícia Militar, que apreendeu o homem e o levou para a Central de Polícia Civil. Lá, ele alegou que é estudante de Enfermagem e confessou não trabalhar no Samu. Após prestar esclarecimentos, ele foi liberado. O delegado responsável por atender a ocorrência, Luiz Gonzaga, informou que não foram abertos procedimentos de investigação do caso.

“Não houve exercício irregular de profissão. O rapaz não chegou a realizar atendimentos, ninguém foi prejudicado. Ele não chegou a entrar no hospital e não se pode punir atos preparatórios. O rapaz apenas vestiu uma roupa, que se vende por aí, como se vende roupas semelhantes às do Exército. É comum ver pessoas na rua com peças de estampa camuflada, mas nem por isso saímos prendendo elas. Não há amparo em lei para isso”, explicou, ao Portal Correio.

 

Fonte: Portal Correio

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Deixe seu comentário