João Azevêdo se reúne com prefeitos da Região Metropolitana de João Pessoa para apresentar plano de ampliação das medidas de isolamento social

João Azevêdo se reúne com prefeitos da Região Metropolitana de João Pessoa para apresentar plano de ampliação das medidas de isolamento social

O governador João Azevêdo participou, nesta quinta-feira (14), de videoconferência com os prefeitos da Região Metropolitana de João Pessoa, ocasião em que ficou definido que o Governo da Paraíba e as gestões municipais irão apresentar, nos próximos dias, um plano de ação que visa ampliar as medidas de isolamento social para conter uma maior propagação do coronavírus nos municípios, que concentram mais de 70% dos casos da doença no Estado.

O plano deve abranger a restrição de circulação de pessoas e de veículos; obrigatoriedade do uso de máscaras; campanha de comunicação; além de ações sociais voltadas para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

As ações irão contar com o trabalho conjunto de diversas Secretarias estaduais e municipais, a exemplo das Secretarias de Saúde, Segurança Pública e Defesa Social, Planejamento, Orçamento e Gestão, Comunicação, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), além das Guardas Municipais e Superintendências de Mobilidade Urbana. 

O endurecimento das medidas restritivas será necessário em virtude do baixo índice de isolamento social, constatado na Grande João Pessoa, provocando o aumento considerável no número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. 

Na reunião, os gestores também discutiram questões relacionadas ao Plano de Contingência e à disponibilidade de leitos de enfermaria e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e à contratação de pessoal para atuação nas unidades de Saúde.  

Participaram do encontro, os prefeitos Luciano Cartaxo (João Pessoa); Berg Lima (Bayeux); Emerson Panta (Santa Rita); Márcia Lucena (Conde); e Victor Hugo (Cabedelo).

Na ocasião, os gestores municipais fizeram uma avaliação positiva da reunião. Eles também concordaram com a necessidade de limitar a circulação de pessoas e se dispuseram a subscrever o decreto com as novas medidas.

Weslley Lino

Jornalista, social media e assessor de comunicação.

Deixe seu comentário