No 1º jogo sem Piza, Botafogo-PB goleia o Nacional de Patos com três gols de Simón

No 1º jogo sem Piza, Botafogo-PB goleia o Nacional de Patos com três gols de Simón

Com Warley como técnico interino, Belo joga bem melhor que o Canário do Sertão no Almeidão e vence fácil. O atacante argentino entra ainda no primeiro tempo da partida, marca um hat-trick e cai nas graças da torcida.

Botafogo 4 X 1 Nacional de Patos.

 

        BOM RECOMEÇO

O Botafogo-PB entrou em campo neste domingo para o seu primeiro jogo após a demissão do técnico Evaristo Piza. E venceu. Mais que isso, goleou. O Belo fez 4 a 1 no Nacional de Patos, jogando no Almeidão, em partida atrasada da sétima rodada do Campeonato Paraibano. O destaque do duelo foi o atacante Lucas Simón, que entrou em campo ainda no primeiro tempo e marcou três gols. Lohan também marcou para o Alvinegro, enquanto que Rafael Tchuca descontou para o Canário do Sertão.

  • PRIMEIRO TEMPO

    O jogo começou bem interessante no Almeidão: o Botafogo-PB abriu o placar aos três miuntos, com Lohan, e o Nacional de Patos empatou aos 15, com Rafael Tchuca. O Belo era levemente superior, o Canário se mostrava agressivo. Mas pode-se dizer que a história da partida começou a mudar aos 35 minutos, quando Luhan deu lugar a Lucas Simón, o nome do jogo. Bastaram três minutos para o argentino ir às redes, aproveitando sobre depois de um bate-rebate. Era o seu primeiro gol. Havia mais por vir no segundo tempo.

  • SEGUNDO TEMPO

    Na segunda etapa, Lucas Simón só esperou um minuto para marcar mais um, agora aproveitando passe de Everton Heleno. Os times foram se alternando em subidas ao ataque, os dois técnicos – Warley como interino no Botafogo-PB e Sérgio China no Nacional de Patos – foram fazendo as substituições a que tinham direito. E, após algumas chances desperdiçadas de lado a lado – mais pelo Belo, que foi superior na segunda meta da partida -, ainda deu tempo de Simón fazer mais um gol, já aos 44, e dar númertos finais à partida.

  • HAT-TRICK ARGENTINO

    Lucas Simón, enfim, balançou as redes vestindo a camisa do Botafogo-PB. Na vrdade, ele já tinha marcado dois gols – contra CSP e São Paulo Crystal -, mas ambos foram anulados. Neste domingo, ele extrapolou. Entrou em campo aos 35 minutos do primeiro tempo, substituindo Lohan, e, apenas três minutos mais tarde, já foi às redes. Depois, no segundo tempo, precisou de apenas um minuto para marcar o segundo. E, aos 44, fechou sua trinca de gols, mostrando que tem espaço nesse time e que pode ser bastante útil na linha de frente alvinegra.

  • OS TIMES

    BOTAFOGO-PB: Felipe, Léo Moura, Luis Gustavo, Fred e Mário; Wellington Cézar, Everton Heleno (Marcos Vinicius), Cássio Gabriel, Pimentinha (Erivelton) e Dico; Lohan (Lucas Simón). Téc.: Warley.

    NACIONAL DE PATOS: Danilo, Peu (Du), Yuri Silva, Carlão e Igor; Rafael Tchuca, Leomir, Manu e Patrick (Ciel); Piauí e Júnior Mandacaru (Vitor). Téc.: Sérgio China.

  • COMO FICA A SITUAÇÃO?

    Com a vitória, o Botafogo-PB segue na terceira colocação do Grupo A, agora com 14 pontos, dois atrás do Treze (que venceu o Sousa no PV) e quatro atrás do Atlético-PB (que só empatou com o São Paulo Crystal no Perpetão). Mas vale ressaltar que o Belo segue com dois jogos a menos que seus concorrentes. Já o Nacional de Patos permaneceu com cinco pontos e caiu para a lanterna do Grupo B.

  • O QUE VEM PELA FRENTE?

    O Campeonato Paraibano corre o risco de ser paralisado, por conta da pandemia de coronavírus. Mas os próximos compromissos de Belo e Canário do Sertão, pelo menos por enquanto, estão marcados ambos para a próxima quarta-feira: Botafogo-PB x Sousa, às 20h15, atrasado da quarta rodada do estadual; e Sport-PB x Nacional de Patos, às 15h15, pela oitava rodada.

    Fonte: GLOBO ESPORTE – PB.

Gilson Alves

Radialista DRT: 1.743 - PB e Jornalista DRT: 3.183 - PB. Diretor Geral do Jornal A Página.

Deixe seu comentário