Oncologista Nelson Teich deixa o Ministério da Saúde após discordâncias com Bolsonaro

Oncologista Nelson Teich deixa o Ministério da Saúde após discordâncias com Bolsonaro

O Ministério da Saúde informou hoje (15) que o ministro Nelson Teich pediu exoneração do cargo na manhã desta sexta-feira. No comunicado, a pasta não esclarece o motivo da saída, mas informa que uma coletiva de imprensa será marcada para esta tarde.

Apesar do comunicado oficial do ministério dizer que ele pediu demissão, comenta-se nos bastidores do ministério que o ministro foi demitido.Teich assumiu o cargo há quase um mês, após a demissão do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em 16 de abril.

Teich e o presidente Jair Bolsonaro divergiam sobre os caminhos para o combate à pandemia do novo coronavírus no país, como as medidas de isolamento social e o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes.

Na última semana, o presidente assinou um decreto que ampliou as atividades essenciais no período da pandemia e incluiu salões de beleza, barbearias e academias de ginástica, sem avisar ao ex-ministro, que ficou surpreso com a decisão ao ser informado por jornalistas em uma entrevista coletiva.

Imagem/reprodução: Exame.

Weslley Lino

Jornalista, social media e assessor de comunicação.

Deixe seu comentário