Notícias Paraíba

PRF vai por em prática operação para reduzir acidentes por excesso de velocidade

Acidentes envolvendo veículos em excesso de velocidade são, geralmente, muito graves. Estes costumam produzir vítimas graves e mortos. Em 2015 a PRF registrou nas rodovias federais na Paraíba 302 acidentes, que geraram 75 feridos graves e 22 mortos. Um outro número assusta quando o assunto é excesso de velocidade, o de imagens captadas pelos radares fotográficos da PRF. Foram 37.403 veículos flagrados acima da velocidade permitida em 2015.

A expectativa é de que o comportamento de boa parte dos condutores tenha mudado após terem recebido o auto de infração. Diferente dos radares fixos, onde após passá-lo, grande parte dos motoristas voltam a imprimir altas velocidades até se aproximarem de um outro equipamento fixo, os radares da PRF são portáteis e usados em qualquer lugar onde as estatísticas indiquem incidência elevada de acidentes. Isso cria uma expectativa junto ao condutor. Ele nunca sabe onde um radar da PRF será encontrado, forçando-o a trafegar de maneira mais comedida.

Na tarde de hoje (2) a PRF estará promovendo uma ação punitiva e educativa, onde o tema será o excesso de velocidade. Lá, apresentaremos, na prática, a nova metodologia de fiscalização com os radares portáteis. Por questões de estratégia manteremos o sigilo sobre os locais das ações até o final da manhã de amanhã. O ponto de encontro será divulgado com antecedência suficiente para que a imprensa compareça sem prejuízo. Pedimos, de antemão, que reservem suas equipes para que possam acompanhar a operação.

 

Foto ilustrativa: Reprodução / Internet

Com informações da Ascom PRF-PB

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.