qua. nov 14th, 2018

Primeira-dama de Cabedelo recebeu R$ 233 mil da Câmara em 2017

Presa pela Polícia Federal na Operação Xeque-Mate, semana passada, a vereadora e primeira-dama de Cabedelo Jacqueline Monteiro França recebeu em 2017 nada mais nada menos que R$ 233 mil da Câmara Municipal. Mulher do prefeito Leto Viana, também preso na mesma operação, Jacqueline integra o quadro de servidores efetivos da Câmara. Exerce a função de auxiliar legislativa com a nomenclatura PL-NB-3.1 e tem salário de R$ 10.238,05.

Dos 17 servidores efetivos da Câmara, Jacqueline em a mais bem paga. Os salários dos demais não chegam a R$ 4 mil. Quatro recebem entre R$ 1.978,46 e R$ 2.654,13. Dois recebem R$ 2.301,42. Outros cinco ganham entre R$ 1.218,10 a R$ 1.983,85. Os outros cinco ganham entre R$ 1.855,65 a R$ 3.997,84. Jacqueline pode receber como vereadora e como servidora comissionada, desde que tenha disponibilidade de tempo para se dedicar à função.

As informações sobre os salários da vereadora presa estão disponíveis no sistema Sagres Online do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Mas o mais imoral é o fato de a Câmara ter prestado contas de seus gastos ao TCE utilizando dois números de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Um tem o número 08584179000183. O outro tem o número 09220922000189. De acordo com o conselheiro do TCE, Nominando Diniz, uma empresa ou órgão público só pode ter uma inscrição de CNPJ. Segundo ele, se a Câmara de Cabedelo usa dois, está praticando fraude.

Pelo que foi verificado no Sagres, tudo indica que se trata de uma fraude mesmo. Pelo CNPJ 09220922000189, que, segundo a Receita federal, é mesmo da Câmara de Cabedelo, são pagos os salários dos servidores efetivos. Neste CNPJ aparece o nome da Câmara municipal de Cabedelo, situada na Rua João Machado, 29, Cep. 58.310-000.

A fraude por estar no CNPJ 08584179000183 usado para pagamento da folha de servidores comissionados. Segundo a Receita federal, este CNPJ está registrado no nome da Câmara Municipal de Araçagi, com nome de fantasia Casa João pessoa de brito, localizada na Rua Olívio Maroja, S/N, Cep. 58.270-000, Centro, Araçagi. Somente no ano passado, usando o CNPJ da Câmara de Araçagi, a Câmara de Cabedelo efetuou pagamentos a servidores comissionados no valor total de R$ 5,21 milhões. Pelo CNPJ próprio, a Câmara de Cabedelo efetuou pagamentos que R$ 1,48 milhão aos servidores efetivos, sendo, do total, R$ 133 mil somente para a mulher do prefeito Leto Viana.

 

Imagem destacada: Reprodução internet.

(Foto: Assuero Lima, do Jornal Correio da Paraíba)

 

 

Fonte: PORTAL CORREIO.

*Adelson Barbosa dos Santos, do Jornal Correio da Paraíba

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo WhatsApp (83) 9.9166.6272.