Esportes Paraíba

TJD-PB arquiva ação do Nacional, e a 2ª divisão do Paraibano está mantida

O Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB) julgou na noite dessa quinta-feira a ação na qual o Nacional de Patos pedia a anulação da 2ª divisão do Campeonato Paraibano deste ano. E por 6 a 2, decidiu pelo arquivamento do processo. Assim, o resultado da competição está mantido: Esporte de Patos e Paraíba de Cajazeiras seguem na elite do estadual de 2016.

O julgamento da ação foi iniciado uma semana antes, quando o relator do processo, Antônio Ricardo de Oliveira Filho, já havia votado pelo arquivamento do processo. Mas, o julgamento não seguiu na ocasião porque a auditora Maria das Graças Carneiro pediu vistas para estudar mais o processo.

Ontem – após uma semana para que o caso fosse melhor avaliado – o julgamento foi retomado e seis dos auditores votaram pelo arquivamento do processo. Por 6 a 2, portanto, a ação foi, de fato, arquivada.

Antes mesmo do julgamento, o presidente do Nacional de Patos, Alisson Nunes, se mostrou otimista no julgamento do TJD-PB, mas adiantou que recorreria ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) caso não conseguisse êxito na instância estadual.

Entenda o caso

O Nacional de Patos foi eliminado ainda nas quartas de final da 2ª divisão do Campeonato Paraibano e, antes da decisão – entre Esporte de Patos e Paraíba de Cajazeiras -, o Naça foi ao TJD-PB, com pedido de liminar para que as finais não acontecessem. A alegação era de oito dos 12 clubes participantes da competição haviam escalado jogadores de forma irregular.

Na ocasião, a auditora Maria das Graças Carneiro julgou a favor do desejo do Alviverde. Mas menos de 24h depois de ter sido concedida, a liminar foi cassada pelo presidente do Tribunal, Linoaldo Santos da Silva, e as partidas aconteceram normalmente. Mesmo com a derrota no campo jurídico, o Nacional de Patos não se abateu e entrou com uma nova ação e, desta vez, pedindo a anulação da competição.

A ação foi julgada apenas nessa quinta-feira e arquivada por maioria de votos. A tendência, agora, esgotadas as instâncias estaduais, é que o departamento jurídico do Nacional de Patos recorra ao STJD.

 

Informações com Globo Esporte Paraíba

Leia mais notícias em www.jornalapagina.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e em breve veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode comunicar erro ou enviar informações à Redação do Jornal A Página pelo número do WhatsApp (83) 9.98846.4407.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.